Relógio de Oração: Evangélicos contra o Marco Temporal

Nós, do Grupo de Trabalho Povos Originários e Comunidades Tradicionais, apoiamos o acampamento dos povos indígenas Luta pela Vida, que está acontecendo desde o dia 22 e irá até o dia 28 de agosto.

Os povos indígenas objetivam que haja de fato um diálogo com os poderes e as pessoas públicas desse nosso Brasil e que a Constituição Federal de 1988 seja respeitada, garantindo os seus direitos.

Pedimos que a mão caridosa do nosso Senhor esteja presente nesse espaço e que possamos entrar em um consenso de que o Marco Temporal proposto é uma afronta aos direitos dos povos indígenas e que não deve ser aprovado.

Os direitos indígenas são frutos de lutas e conquistas ao longo da história e esse acampamento objetiva pressionar o poder público à repensar e reagir ao retrocesso dessa proposta.

A nossa Esperança em Cristo e na justiça humana nos convida a refletir a cidadania de um modo pacífico voltado ao diálogo.

Acreditamos que compartilhamos de uma casa comum e da crença na benignidade das leis, o que nos anima a buscar alianças com autoridades, as forças policiais e os políticos eleitos democraticamente, juntamente com os povos indígenas.

Sabendo que a Palavra de Deus é mais poderosa do que a espada, colaboramos, apoiamos e oramos para que os direitos dos povos originários sejam garantidos.

Oramos para que o licenciamento, estrutura e logística do nosso acampamento esteja conforme critérios legais.

Clamamos para que Deus toque no coração das pessoas e seja fornecida comida, água e álcool em gel.

Lutemos pela vida! Os direitos indígenas estão sendo violados e o acesso a importantes territórios está sendo impedido pelas forças de alterações em leis invioláveis e inegociáveis.

Por fim, temos confiança num Deus que intercede para que a justiça social seja concretizada e as políticas públicas sejam acionadas.

Amanhã, 25/08, teremos um julgamento histórico no STF, portanto, convocamos todas as pessoas a se unirem em oração contra a tese do Marco Temporal que viola os direitos dos indígenas, a partir das 21h do dia 24/08 até 21h do dia 25/08.

Participe conosco e compartilhe este link para que outras pessoas se envolvam neste movimento de intercessão: https://forms.gle/EXrdkezkRojG9mPb6

Lembramos que embora o relógio aconteça nas próximas 24h, precisamos nos manter unidos, em oração, ao menos em todo o período do acampamento.

Vamos mudar o rumo desta história!

#EvangélicosContraOMarcoTemporal